segunda-feira, 24 de julho de 2017

Livraria Lello, uma jóia que continua a encantar o mundo!

Fundada em 1906, a Livraria Lello é cada vez mais valorizada enquanto espaço nobre da cidade do Porto. Anualmente visitada por mais de um milhão de pessoas, esta livraria foi durante um século baluarte da alta-cultura portuense e portuguesa, tornando-se numa embaixada da cultura nacional. Associada a inúmeros escritores portugueses e estrangeiros, a Lello não é hoje a livraria de qualidade que foi em tempos. Mais comercial na sua oferta livreira, conserva, apesar de tudo, o espírito e a beleza análoga a uma História e tradição materializada na exuberância do seu corpo físico - o belíssimo edifício das ruas das Carmelitas. Noticiada em todo o mundo como uma das mais belas livrarias do mundo, ontem foi a vez do jornal italiano Il Primato Nazionale publicar uma peça sobre a nobre e singular livraria Lello & Irmão. Este artigo, da autoria de Guido Bruno e José Almeida, pode ser consultado através da seguinte ligação: goo.gl/S6GJax.  

(Clicar na imagem para aceder ao artigo.)

sábado, 15 de julho de 2017

Meus Olhos Dolorosos

Teixeira de Pascoaes, ilustração de Haylane Rodrigues.

Meus Olhos Dolorosos

A lua sobre um píncaro escalvado,
Teus olhos sob a fronte que os domina;
O sol morrendo, ao longe, aureolado,
Num fundo de pinheiros e neblina;

Um rio manso, lívido, parado
Na concepção da Névoa; cristalina
Veia, onde nunca um raio afogueado
Matou a sede trágica e divina;

Aparições de Deus e da Beleza,
Sb formas de Cousas e Criaturas,
Perseguem os meus olhos que, às escuras,

Choram como as crianças, na Tristeza
Criadora que é a Virgem da Agonia,
A Mãe piedosa e triste da Alegria.

Teixeira de Pascoaes

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Tertúlias de Cultura Portuguesa: sessão em Leça da Palmeira

Organizado pelo MIL - Movimento Internacional Lusófono e a Nova Águia, o ciclo de Tertúlias de Cultura Portuguesa prossegue no próximo Sábado, dia 17 de Junho, pelas 14:30, no Museu da Quinta de Santiago, em Leça da Palmeira.
Nesta sessão serão oradores Maria Bochicchio, Professora da Universidade de Coimbra, que falará sobre as Figuras femininas em António Nobre; J. Alberto de Oliveira, poeta e sacerdote da Comunidade Franciscana de Leça da Palmeira, cuja comunicação abordará os Efeitos de Leça da Palmeira em António Nobre; e Duarte Drumond Braga, investigador de pós-doutoramento que dissertará em torno do tema Húmus: Das estéticas finisseculares à sua superação.
Esta sessão será acompanhada por um momento de poesia que ficará a cargo de Maria Luísa Malato, Professora da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Por último, haverá ainda um pequeno passeio pela Leça da Palmeira de António Nobre.
A participação é livre e aberta a toda a comunidade.

(Clicar na imagem para ampliar.)